banheiro-acessivel

Acessibilidade em Banheiros

Acessibilidade em Banheiros

Em tempos passados, ter um banheiro adaptado para deficientes físicos era considerado algo surpreendente, um diferencial de estabelecimentos há frente de seu tempo. A questão é que a mentalidade sobre a acessibilidade amadureceu, assim como o anseio da população deficiente para exigir e usufruir de seus direitos. Deste reconhecimento, nasceram leis como a Lei 10.098 de dezembro de 2000 e normas balizadoras, como a NBR 9050, atualizada em 2015, as quais tornaram este “diferencial” uma obrigação.

Obviamente, por ser uma documentação extensa e repleta de detalhes, sugerimos, ao final dessa matéria, dois links para consulta à Lei 10.098 e a NBR 9050-2015, ambas na íntegra. De qualquer maneira, podemos citar alguns pontos como destaque:

* Os banheiros acessíveis devem estar sempre sinalizados e localizados próximos aos locais de maior circulação onde estão, também, os banheiros convencionais. Por questões de auxílio ou emergência, não devem estar em locais isolados e no máximo a 50 metros de qualquer local da edificação;

* Esses banheiros devem possuir uma entrada independente dos demais, a fim de permitir que o deficiente use o banheiro acompanhado de uma pessoa do sexo oposto;

* Em locais de prática esportiva, terapêutica e demais, sugere-se a instalação dos vestiários acessíveis excedentes junto aos banheiros coletivos;

* Recomenda-se a instalação de uma bacia infantil para atender crianças e pessoas de baixa estatura;

* Em edificações de uso coletivo a serem ampliadas ou reformadas, com até dois pavimentos e com área construída de até 150m2, o banheiro acessível pode estar localizado em apenas um único pavimento.

Ao visualizar as imagens abaixo, extraídas na própria NBR 9050-2015, podemos compreender grande parte das novas normas para banheiros acessíveis:

Acessibilidade em Banheiros

 

 

Acessibilidade em Banheiros

 

Acessibilidade em Banheiros

 

 

Acessibilidade em Banheiros

 

Banheiros Adaptados

Um banheiro acessível é composto por vários equipamentos que se complementam para dar maior conforto, segurança e autonomia para deficientes físicos, idosos, gestantes e demais pessoas como mobilidade reduzida. Há muito o que se conhecer sobre eles e suas inúmeras aplicações conforme cada situação. Por isso, o conhecimento detalhado da NBR 9050 é indispensável para qualquer profissional da área, assim como, para responsáveis por estabelecimentos públicos e privados que precisam se adequar à norma.

* As barras de apoio podem ser fixas ou articuladas, em “L” ou “U” e devem suportar cargas acima de 150kg na sua direção. Quando feitas de material metálico, seus componentes devem ser resistentes à corrosão. Exemplo de bacia convencional com barra de apoio ao fundo e a 90o na parede lateral:

Acessibilidade em Banheiros

 

* As bacias e assentos em banheiros acessíveis não podem ter abertura frontal;

* A válvula de descarga deve estar em uma altura máxima de 1,00m e seu acionamento deve ser, preferencialmente, por sensor eletrônico de movimento;

* Acessórios como, porta-objetos, cabides, espelhos, saboneteiras e toalheiros devem estar na faixa de alcance acessível como na imagem abaixo, também extraída da NBR 9050.

banheiro_06

 

Diferentes Tipos de Banheiros Adaptados

Embora a NBR 9050 seja bastante exigente, há espaço para criatividade e bom gosto na hora de estruturar um banheiro acessível. Arquitetos e decoradores são experts no assunto e, combinados, podem alcançar resultados surpreendentes.

banheiro_07

 

É importante frisar que o banheiro é apenas parte da necessidade do deficiente ou pessoa com mobilidade reduzida. Contar com um caminho acessível até ele é tão importante quanto, pois de nada adianta um interior perfeitamente adequado se ele está no segundo piso e não há como um cadeirante vencer um lance de escadas. Por isso, a acessibilidade precisa ser pensada como um todo, com idas e vindas, com começo, meio e fim. Só assim, os usuários poderão usufruir, integralmente, do seu espaço. Plataformas para escadas e elevadores residenciais ou comerciais como os da Projemak são a solução perfeita para atender estas necessidades.

Para conhecer a Lei nº 10.098 e a NBR 9050, acesse os seguintes endereços:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L10098.htm

www.projemak.com.br/nbr-9050-2015.pdf



Vídeo Demonstrativo

Com tecnologia própria, a Projemak desenvolve projetos de plataformas elevatórias para acessibilidade, ajudando pessoas com mobilidade reduzida a se locomoverem usufruindo assim o seu direito básico de ir e vir.